Servidores Públicos de Aracajú protestam contra reajuste de

26/04/2013 Servidores Públicos Municipais realizam ato em frente à Prefeitura de Aracaju na manhã desta sexta-feira, 26/04, contra reajuste de 5% - valor abaixo da inflação e sem retroatividade a janeiro

A proposta de reposição salarial de 5% - abaixo do índice de inflação do correspondente período – e sem retroatividade a janeiro, de acordo com a data-base das categorias, anunciada na semana passada pelo prefeito João Alves Filho, deixou insatisfeitas todas as diferentes categorias de trabalhadores da rede pública municipal, que na manhã desta sexta-feira, 26/04, realizam uma manifestação em frente ao prédio da Prefeitura. Após o ato público, os servidores seguem para a Câmara Municipal onde usarão a tribuna, em sessão especial, para explicar aos vereadores e à população a situação dos servidores municipais.

A presidente do SINDASSE - Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado de Sergipe, Rosely Anacleto, explica que a insatisfação conjunta dos trabalhadores não foi só com a proposta de reposição salarial incapaz de repor as perdas do período, mas pelo desdém do prefeito João Alves com as entidades sindicais que sequer foram ouvidas: “Estamos indignados não apenas com o aumento irrisório, abaixo de qualquer índice, mas acima de tudo, com a forma antidemocrática através da qual o prefeito anunciou unilateralmente o reajuste de 5%: sem ouvir nenhum outro sindicato, à exceção da categoria médica, que foi ouvida, mas não teve nenhum pleito atendido”, explicou.

As manifestações também incluíram uma homenagem ao Prefeito João Alves Filho com a sátira do mote de sua campanha: FOI JOÃO QUEM FEZ!
1) Dobrou o número de cargos comissionados de 200 para 400 (Foi João quem fez!)
2) Abortou o processo negocial com os sindicatos (Foi João quem fez!)
3) Concedeu reajuste com percentuais diferentes dos indexadores tradicionais (Foi João quem fez!)
4) Alterou unilateralmente a data base de janeiro para abril dos servidores municipais (Foi João quem fez!)
5) Ampliou o número de Secretarias Municipais (Foi João quem fez!)
6) Concedeu reajuste de cerca de 66% a si e aos secretários municipais (Foi João quem fez!)
7) Retirou as horas extras dos servidores (Foi João quem fez!)
8) Retirou as funções gratificadas (Foi João quem fez!

Veja também

FENAS TEM NOVA REPRESENTANTE NO FNTSUAS

FENAS TEM NOVA REPRESENTANTE NO FNTSUAS

26/02/2013 - No dia 22 e 23 do corrente, em Brasília, aconteceu mais uma reunião ordinária do Fórum Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do SUAS- F...

Dia 22 de setembro - Dia Nacional de Paralisação

Dia 22 de setembro - Dia Nacional de Paralisação

21/09/2016 - A Federação Nacional dos Assistentes Sociais apoia e convoca todos os sindicatos filiados para a luta e mobilizaç&...

Trabalho rejeita adicional de insalubridade para assistente

Trabalho rejeita adicional de insalubridade para assistente

11/05/2013 - A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público rejeitou na quarta-feira (8) o Projeto de Lei 3150/08, que concede adicional de i...

Ministério Público do Trabalho reforça legitimidade da Greve Geral

Ministério Público do Trabalho reforça legitimidade da Greve Geral

27/04/2017 - A Federação Nacional dos Assistentes Sociais vem através deste divulgar a nota oficial do MPT (Ministério P...

NewsLetter

Cadastre-se e receba informações exclusivas por e-mail